hoje dia 30 nasce davi. é o primeiro bebê que significa alguma coisa pra mim, afetivamente falando. o resto eram apenas bebês. sua mãe compartilha comigo um universo paralelo de mensagens cifradas, recordações, piadas internas. pareceu uma eternidade pra ele chegar por aqui, neste universo.

tou uma pilha de nervos esperando as horas passarem para que eu possa chegar no hospital.

antes de davi, os outros bebês eram apenas… bebês. ainda chegarão outros neste ano, o que é inesperado, já que nunca pensei ter tantos sobrinhos em tão pouco tempo.

pensando já na coletânea de boas-vindas que farei pro rapazinho.