Quem lembrar disso não precisa ter vergonha de dizer.
Maldito anos 90, né!