Ainda bem que o universo não acabou.

Né, Google?