O jornalista Sérgio Ripardo, que assinava a coluna Destaque GLS na Folha Online e era editor da Ilustrada saiu do jornal. Segundo ele, em entrevista, os motivos foram divergências internas e a descoberta de uma doença cardíaca.

Durante suas coberturas você chegou a sofrer preconceito?
Muitas. Não só na área gay, mas o cérebro se encarrega de minimizar o caso, arquivar na conta do “foda-se”. As implicâncias vão do meu sotaque cearense, que nunca fiz questão de esconder ou me desenraizar só para ser aceito, até minha atitude de ser gay assumido, de brincar de gongar com tudo, de ser gordinho. Há uma forte pressão para se criar uma falsa imagem de glamour, de ser exemplo a ser seguido. Isso me dá enorme preguiça.

Mais um espaço legal que some da net. A Folha apagou todos os arquivos e não escolheu até o momento nenhum substituto. Será que ele continua ao menos com o blog?